2016-08-25

'Sugerir ação trabalhista não incentiva recursos sem motivos sólidos?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 25/08/2016, sobre a abertura de ações trabalhistas.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Sugerir ação trabalhista não incentiva recursos sem motivos sólidos?'

ações trabalhistas

Uma ouvinte escreve: "Sou gestora de recursos humanos e várias vezes ouvi você sugerir a ouvintes que eles movessem ações trabalhistas. Você não considera que isso seja um incentivo para que muitos empregados recorram a Justiça do Trabalho sem motivos sólidos para reclamar, mas apenas para ver se conseguem extrair algo, além daquilo a que tem direito?"

Bom, eu creio que existam dois motivos principais para o enorme volume de ações que são movidas a cada ano. O primeiro está na própria legislação trabalhista, que permite interpretações diferentes para um mesmo artigo, ou por desatualização ou por brechas deixadas na redação.

O segundo motivo é que não haveria tantos processos se a grande maioria das ações fosse ganha pelas empresas. Isso certamente desencorajaria tentativas de reclamar sem razão, mas a prática mostra que os reclamantes, de fato, conseguem algo mais, como você escreveu.

O mais importante, porém, é que, o fato de que alguns arrisquem uma reclamação sem ter base legal suficiente, não elimina o direito daqueles que estão respaldados. Num país em que metade dos empregados sequer tem registro em carteira, não é de estranhar que muitas empresas decidam correr riscos, como deixar de pagar horas extras, só para dar um exemplo banal.

Assim como você, sou contrário às reclamações oportunistas, mas creio que elas ainda sejam muito mais a exceção do que a regra.

Max Gehringer, para CBN.

2016-08-24

As coloridas, surreais e psicodélicas pinturas com um toque sombrio de Hongmin Lee

Hongmin Lee é um artista da Coreia do Sul que produz pinturas que têm uma verdadeira explosão de cores e psicodelismo, junto a uma boa dose de surrealismo. Em contraste com o visual colorido e psicodélico, as pinturas do artista exibem também um lado sombrio e macabro. É como se os personagens das pinturas de Hongmin Lee vivessem em um mundo de sonhos que vai gradualmente se transformando num pesadelo, mas mantendo o visual colorido berrante.

Através das cores e do tom psicodélico, dignos de viagens lisérgicas, Hongmin Lee esconde uma realidade mais aterradora, onde, por exemplo, meninos desmembrados cujos órgãos pulam para fora do corpo aparecem suavizados em uma surreal explosão de cores. Além disso, o artista tem um traço caricatural, retratando em seus quadros psicodélicos sobretudo crianças ou, pelo menos, personagens com formas infantilizadas.

Vejam as coloridas, surreais e psicodélicas pinturas com um toque sombrio de Hongmin Lee:

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Hongmin Lee pinturas coloridas surreais psicodélicas sombrias macabras

Imagens via perfil de Hongmin Lee no Instagram. Dica via SupersonicArt - Hongmin Lee, Recent Work.

'Curso à distância tem peso menor que o presencial?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 24/08/2016, sobre cursos na modalidade ensino a distância.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Curso à distância tem peso menor que o presencial?'

ensino a distância

Uma ouvinte escreve: "Estou fazendo um curso superior pela modalidade de ensino a distância. Ouço comentários de que ele não tem no mercado o mesmo peso de um curso presencial. É isso mesmo?"

Sim, é. Mas cada vez menos.

Sempre que surge uma novidade, muita gente se coloca contra ela e isso ocorreu quando os primeiros cursos online apareceram. Atualmente os gestores mais tradicionais mantém as críticas, mas a resistência geral vem diminuindo.

Há, de fato, algumas vantagens nos cursos presenciais, como convivência, colaboração, competição, trabalho em equipe e a formação de uma rede pessoal de contatos que poderão ser úteis para conseguir um futuro emprego.

Por outro lado, o aluno de um curso a distância tem as vantagens da conveniência e do custo, mas precisa ter uma elevada dose de autodisciplina, porque estará competindo somente consigo mesmo.

Já a sua preocupação com a avaliação do mercado de trabalho não é um fator crucial, uma vez que o certificado de conclusão não especifica qual foi a modalidade cursada. Se você se matricular em uma instituição que somente oferece cursos a distância, uma empresa saberá disso. Mas caso se matricule em uma que ofereça ambas as modalidades, ninguém saberá qual delas foi a sua.

A recomendação é escolher uma instituição legalizada no Ministério da Educação e com bom nome no mercado de ensino. Mas o que, de fato, irá ajudar a continuar reduzindo a oposição aos cursos a distância será a competência profissional que seus formandos irão demonstrar.

Max Gehringer, para CBN.

2016-08-23

A fotografia fashion com belas mulheres e um clima mágico de Irina Dzhul

Já mostrei parte do trabalho da fotógrafa ucraniana Irina Dzhul anteriormente, quando postei algumas de suas fotografias surreais de contos de fada. Mas como achei o trabalho da artista realmente interessante, resolvi mostrar um pouco mais, mas desta vez com um outro viés.

Neste post separei algumas das fotografias de Irina Dzhul que são mais tradicionais, no sentido de que não exploram temas surreais ou de fantasia, e nem fazem muito uso de foto-manipulação (photoshop). São fotografias igualmente belas, mas com um viés mais fashion, retratando belas mulheres em cenários cândidos e bucólicos.

Mas apesar de não fazer referências explícitas a contos de fada, o clima das fotografias de Irina Dzhul não deixa de exalar certa magia, explorando tanto a beleza das modelos quanto o uso da iluminação natural, que produz fotos carregadas de emoção e beleza.

Vejam a fotografia fashion com belas mulheres e um clima mágico de Irina Dzhul:

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Irina Dzhul 500px fotografias fashion magia mulheres modelos beleza contos de fada

Vejam também:
- Surrealismo e contos de fada nas fotografias de Irina Dzhul

Imagens via perfil de Irina Dzhul no 500px.

'Sou executivo e era muito mais feliz quando ganhava pouco' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 23/08/2016, com um ouvinte que era mais feliz no começo de sua carreira.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Sou executivo e era muito mais feliz quando ganhava pouco'

infeliz no trabalho

Um ouvinte escreve: "Ocupo uma função executiva em uma instituição de grande porte. Sou reconhecido pelos chefes e colegas, e ganho bem. Levei 20 anos para chegar ao cargo que ocupo e não sei se o que vou dizer é um sacrilégio, mas eu era muito mais feliz no começo de minha carreira, quando ganhava pouco. Hoje vivo uma pressão constante, uma cobrança interminável por resultados e começo a me perguntar se estou finalmente tendo um choque de realidade."

Vamos lá. No começo de sua carreira, como todo jovem, você tinha tempo para se dedicar a coisas não relacionadas ao trabalho: diversão, lazer, amizades desinteressadas. Na medida em que você foi subindo na hierarquia, esse tempo lúdico foi sendo substituído pelas exigências dos cargos que você passou a ocupar.

Para a maioria dos executivos, a remuneração compensa o sacrifício. Para outros, como você, parece um preço alto demais a ser pago.

A única maneira de superar esse momento é pensar o que seria da sua vida se agora, aos 40 anos, você ainda tivesse a mesma função que tinha aos 20 anos, e um salário equivalente a ela. Isso lhe deixaria alegre e satisfeito ou você estaria hoje se lamentando por não ter investido em sua carreira?

Eu lhe diria que você apenas substituiu parte da felicidade pessoal que tinha, pela felicidade pessoal que tem. Reconheço que talvez não seja a troca perfeita, mas ela está longe de ser tão imperfeita a ponto de deixar você infeliz.

Max Gehringer, para CBN.

2016-08-22

As incríveis ilustrações sombrias de fantasia e terror de Dusan Markovic

Dusan Markovic é um artista da Sérvia que produz ilustrações com temas de fantasia e ficção científica, misturados a temas de terror. Criando ilustrações para games, capas de livros, logotipos, bandas de música e outros, Dusan Markovic mistura um estilo realista a uma ambientação sombria.

Apesar de também criar ilustrações com temas de ficção científica, o forte do artista são as ilustrações com temas de fantasia misturados a elementos de terror. Além de elementos místicos da fantasia, como demônios e outros monstros, o artista também explora outros elementos de terror mais contemporâneos, como zumbis ou a mitologia inspirada em H. P. Lovecraft, com seus monstros ancestrais cósmicos e suas seitas hediondas.

Neste post separei algumas das ilustrações de Dusan Markovic em que ele aborda temas de fantasia e terror, sempre com um estilo realista cheio de detalhes e com um clima sombrio e cheio de mistério. São feiticeiros, demônios abissais, guerreiros contra dragões, invocadores, lobisomens, elfas arqueiras e outros personagens cheios de magia e más intenções.

Vejam as incríveis ilustrações sombrias de fantasia e terror de Dusan Markovic:


Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Crianças da escuridão

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Terreno amaldiçoado

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Fúria de Vicara

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Filha da escuridão

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Skadi, deusa do norte

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Dentro das paredes

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Demônio da noite

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Covil do demônio

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Batalha de druidas

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Amor proibido

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Cães do inferno

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Santuário da batalha

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Esmagador de aço

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Xamã da matilha de lobos

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

Garota dos cabelos lunares

Dusan Markovic deviantart ilustrações fantasia ficção sombria terror monstros magia demônios

A bruxa e o monstro

Imagens via perfil de Dusan Markovic no DeviantArt. Dica via Reddit - ImaginaryMonsterGirls.

Blog Widget by LinkWithin