2017-03-13

'Minha entrevistadora via o WhatsApp enquanto eu respondia' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 13/03/2017, com um ouvinte que teve uma entrevista de emprego muito ruim.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Minha entrevistadora via o WhatsApp enquanto eu respondia'

entrevista de emprego ruim

Um ouvinte escreve: "Preciso que você me explique uma situação que passei. Tenho 38 anos de idade e 18 de carreira. Estou desempregado há 4 meses e fui fazer uma entrevista em uma empresa grande e conhecida. Como você sabe e sempre diz, conseguir uma entrevista hoje em dia para uma vaga em uma boa empresa já é meio milagre. E eu vi a oportunidade como a minha tábua de salvação.

Pois bem, a entrevista foi conduzida por uma jovem, de uns 20 anos, que se limitou a ler as perguntas em um manual. Foram perguntas elementares, dessas que a gente encontra na internet para ajudar a quem nunca trabalhou na vida a não derrapar logo na primeira entrevista.

Tentei explicar o que fiz, os desafios que encontrei, o tipo de colaboração que eu poderia dar à empresa, mas a entrevistadora ficava me olhando com um ar ausente enquanto eu falava e logo passava para a pergunta seguinte. Pior ainda, ela ficava verificando mensagens do WhatsApp enquanto eu falava. Não consegui a vaga e estou pasmo com o que aconteceu."


Vamos lá. Só posso imaginar que a pessoa que deveria tê-lo entrevistado teve uma dor de barriga e foi substituída em cima da hora por uma assistente, com experiência insuficiente para conduzir uma entrevista como a sua.

O correto teria sido remarcar a entrevista, mas isso não foi feito. E você tem toda a razão de sentir pasmo. Posso sugerir que você escreva para a empresa solicitando uma nova oportunidade de se apresentar.

E realmente há coisas no mercado de trabalho que desafiam a lógica e o bom senso. E essa foi uma delas.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin